Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Imagem relacionada

 

Parece que o PSD está a tentar acertar o passo e corrigir os desvios dos últimos anos. Se assim é, saúdo vivamente a inflexão, que poderá voltar a cativar muita gente que deixou de se rever na deriva liberal populista do partido, capturado num aparelho de interesses dirigido por gente pouco estimulante, para não dizer outra coisa. 

É tempo disso, de regresso à matriz social-democrata. A eleição de Marcelo - mais que a eleição, a forma como foi construída -, por uma lado, e a entrega do CDS ao seu próprio destino - "bem entregue", como se vai vendo pelo discurso de Cristas - constituem a oportunidade para a reconciliação do partido com as ideias da social democracia e para a recuperação de algumas das suas mais produtivas élites.

O problema é fazer isto com as mesmas pessoas. A dificuldade está em acreditar que  quem vai tirar o partido daqui sejam os mesmos que lá o meteram. Pois é: a oportunidade está aí, mas o oportunismo também... 

 

* A expressão até pode ser minha, mas a ideia já nos foi deixada por Agostinho da Silva há muitos, muitos anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.