Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pelo tempo estritamente necessário...

por manuel gouveia, em 13.05.10

Um dia destes passo por um banco e levanto uma soma bem gorda. Mas apenas pelo tempo estritamente necessário... bem entendido!

 

O deputado do PS Ricardo Rodrigues está convencido que não cometeu nenhum crime de furto, pelo que está descansado com a queixa que a revista Sábado apresentou contra si no DIAP.

 

Ricardo Rodrigues sublinhou que, ao sair da entrevista na sexta-feira, dia 30 de Abril, tentou entregar os gravadores num posto de polícia e na ERC, mas ninguém os aceitou, pelo que só na segunda-feira os entregou ao tribunal.

«Portanto não ficaram comigo a não ser o estritamente necessário», frisou.

 

Cá está! O estritamente necessário.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.