Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A pergunta que se impõe fazer

por Daniel João Santos, em 23.09.13

Nuno Crato, ministro da educação, depois de largos meses de ausência, com a abertura do ano escolar está em alta. Quando se diz alta, quer se dizer na realidade em todas. Depois do extraordinário" começo de ano lectivo que estamos a ter, onde centenas de alunos continuam sem aulas, Crato diz uma coisa hoje e amanhã se contrário, mas tudo com a mesma cara de pau. Remover o inglês das actividades extracurriculares com o argumento de que o primeiro ciclo deve ser dedicado ao português, à língua materna, foi a primeira tomada de posição do senhor ministro da educação. Hoje, com a mesma lata, diz que quer o inglês como disciplina obrigatória no primeiro ciclo. Resumindo: alguém consegue explicar isto?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)