Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Divagações Abrilinas (14)

por Cristina Torrão, em 04.07.13

Os comunistas, que se diziam defensores da liberdade, menorizavam a importância das eleições, a expressão da vontade do povo. É verdade que se tratava de uma situação especial. Mas, se Álvaro Cunhal estava bem ciente daquilo que dizia, a maior parte dos jovens esquerdistas não o estava. Acreditavam em utopias e pretendiam um corte radical com a sociedade antiga, recusando tudo o que fosse ordem estabelecida.

 

Anda, a gente vai começar

A gente já começou

A gente vai acabar

Aquilo que começou

A gente vai começar

 

Era uma dinâmica sedutora. O Portugal de 1975 tornou-se num paraíso para revolucionários estrangeiros, jovens europeus, que vinham à procura de bebedeiras e borgas sexuais. Que os portugueses se tinham libertado de uma ditadura, era o que menos lhes interessava. Eles não faziam ideia do que era uma ditadura.

 

 

Imagem: Centro de Documentação 25 de Abril

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De edgar a 04.07.2013 às 19:55

Mais correcto seria chamar-lhes divagações cristininas.
E até nem será por simples acaso que se começa agora a divagar tanto ...
Sem imagem de perfil

De Cristina Torrão a 05.07.2013 às 12:30

Enfim, temos sempre a nossa opinião sobre os acontecimentos. E aceito outras que me apresentem.
Já o conteúdo dos textos e a altura em que são publicados não têm a ver com o momento. São excertos de algo mais longo que escrevi há meses e estão programados, há bastante tempo, para saírem uma vez por semana.
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 04.07.2013 às 20:58

momentos de euforia que se viviam em Portugal.
Sem imagem de perfil

De Cristina Torrão a 05.07.2013 às 12:32

Momentos especiais e inesquecíveis. Eu era nova demais para os perceber na sua totalidade, mas, quando penso que vivi esse tempo...
Imagem de perfil

De João António a 04.07.2013 às 21:15

Verdades que muitos desconhecem, ou não querem reconhecer .
Sem imagem de perfil

De Cristina Torrão a 05.07.2013 às 12:33

Como disse, mais acima, cada um tem a sua visão das coisas. Mas registo, com agrado, esta sintonia, João António ;)

Comentar post