Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cães, gatos e hierarquias

por manuel gouveia, em 31.08.11

Como seres humanos que somos está nas nossas mãos respeitar o mundo em que nascemos e que um dia entregaremos às gerações vindouras. Isso implica respeitar todo o seu legado e educar aquilo que por cá formos alimentando, sejam filhos ou animais de companhia.

 

Quando aqui afirmei, referindo-me aos cães, que na evolução das espécies houve uma que encontrou a sua sobrevivência protegendo-se dos seus rivais (que se tornaram seus predadores) encontrando a protecção junto de uma espécie mais forte à qual se submeteu, prescindindo da sua própria liberdade, não pretendi menosprezar a raça canina.

O que eu quis aqui frisar, numa curta nota e por isso forçosamente demasiado generalista, foi a predisposição dos cães para a submissão (que não pode ser dissociada dos afectos). Os cães são capazes de uma palete de afectos que passam completamente ao lado da dos gatos. Não pretendia defender uma hierarquia entre cães e gatos. São diferentes e quanto a mim exactamente pelo lado como se relacionam nos seus afectos.

Do ponto de vista político, nós optámos por uma relação de subserviência em relação à Europa por troca de comida e como é óbvio vamos ter de agora abrir mão da nossa independência. Quando não se consegue encontrar consenso na Assembleia da República, entre aqueles que foram eleitos pelo povo português, para uma revisão constitucional, vamos agora inscrever, extraordinariamente, uma série de cláusulas a mando de Sarkosy e Merkle (que ninguém por aqui elegeu). Vamos fazê-lo porque não temos coragem de os enfrentar e porque queremos que a comidinha fácil continue a chegar à nossa gamela.

 

Neste assunto nós somos os cães e a Irlanda os gatos. (e aqui, sim, estabeleço uma hierarquia)

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Cirrus a 31.08.2011 às 18:41

Eu sinceramente penso que não somos comparáveis a cães. Isto porque os cães, apesar de serem subservientes e fazerem tudo pelo dono, têm ainda a veleidade de guardar o dono dos potenciais perigos, e nós não guardamos nada.

Somos e sempre havemos de ser carneiros. Isso sim.
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 31.08.2011 às 20:36

Ora bolas. Ainda é mais grave do que eu pensava...
Sem imagem de perfil

De Cirrus a 01.09.2011 às 00:51

Sim, e apesar de estarmos no final do Verão... Adivinhem lá... HORA DA TOSQUIA!
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 01.09.2011 às 10:17

Isso é bom.
Sem imagem de perfil

De Cristina Torrão a 31.08.2011 às 19:09



Claro que entendi logo o que pretendias e acho que fazes muito bem em denunciá-lo. Mas havia um certo tom...
Enfim, tocaste-me num dos pontos sensíveis (salvo seja) e eu estrebuchei.

P.S. Também gosto de gatos
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 31.08.2011 às 21:04

e eu a julgar que éramos tapetes.
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 31.08.2011 às 23:35

Seremos, quando finalmente nos tirarem a pele...

Comentar post