Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




CASTRO? CASTRAS, CASTRA

por joshua, em 10.01.11

Um fervor de paixão tomou conta dele: o seu dinheiro, o seu poder de pagar, dar, influenciar, deveriam ser suficientes. Marralhava pelo abraço, pelo beijo, pela escalada do desejo. Primeiro implorou, depois pediu, mais tarde exigiu, finalmente obrigou. Não pedia muito. Não obrigava a nada de mais. Tinha dado tanto. E tanto era caro. Só o amor do outro, um moço, em tudo aquiescente, a todas as coisas satisfeito, e cada vez mais encurralado. «Tens de passar por ambíguo se quiseres singrar, meu filho!» — sussurara a um o Diabo e a outro: «Podes ter tudo o que quiseres dele, se o obrigares a prostar-se no pó e pelo pó.» O Diabo era porreiro e sabia o que dizia e mais ainda o que fazia. Sim, passaram a discutir numa negociação interminável, um por liberdade, talvez dinheiro, talvez consequências da amizade entabulada como uma conversa objectiva, dá-me isso, dar-te-ei aquilo. Derreado, arriscando petiscar daquelas carnes ingénuas, moldáveis, delas sequioso e esfomeado, o mais velho avançava, sentia uma infinita vaidade por ter, quase ter, quase-ter tido aquilo, o moço, como cão de raça levado a passear, como casaco de peles vistoso, Rolex lustroso, para os quais os pescoços volteiam e cabeças meneiam. O outro, quase seu cão, quase seu casaco, quase seu Rolex, simplesmente fugia, fingia hesitações, quando tinha certezas diferentes, seis meses depois, imobilizando-se rígido em arco de asco. Se pudesse, treparia as paredes para longe daquilo, mas não sabia o caminho. Na última refrega, contundiu-o até que cessasse, desligasse. E desligou-o. Juntou-se a morte à vontade de morrer fosse da morte pequena fosse da única e irremediável.

Autoria e outros dados (tags, etc)


28 comentários

Sem imagem de perfil

De zeparafuso a 10.01.2011 às 13:57

Lamentar o desaparecimento de um e o que o outro fez da sua vida, " acabada de começar ". História triste!!
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 10.01.2011 às 22:26

Muito triste. Olho para ela, a história, como um misto de encenação macabra e o culminar de uma tremenda desordem moral.
Imagem de perfil

De João António a 10.01.2011 às 19:40

A fama tem um preço elevado, que muitos não conseguem absorver ...
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 10.01.2011 às 22:24

Seis meses num certo tipo de vida que culminou no que sabemos não pode absolver quem se pretende absolver, caro João.
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 10.01.2011 às 20:51

gostei do texto, desde que seja colocado no plano do geral e não de um assunto em particular.
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 10.01.2011 às 22:20

Escrever costuma ser crime na cabeça empoeirada do pensamento único.
Sem imagem de perfil

De anonimodenome a 10.01.2011 às 21:04

Nesta história muito triste lamento a morte do miúdo.
Existe um perversor, carregado de €€, que pretende comprar, aluguer seja, o corpo de alguém.
Acenou-lhe com um futuro.
Ampara-te a mim e subirás na fama.
Vês os que conheço? Todos tão importantões.
Estás garantido.

E o puto morreu.
Quem o matou?
Um ´maricas nojento' felizmente apagado.
Ele há mortes e mortes.
E também há mortes que deveriam ter logo acontecido da primeira vez que abusou, não deste mas doutros putos.

E quem era este Castro agora castrado?
Um fofoqueiro, um inútil, um parasita.
Também aqueles que o promoveram a 'starlete' deveriam ter a consciência pesada. SICs, TVIs, CMs, colunas côr-de-merda encheram-no de €€ para corromper.
Ele há os inúteis que não fazem mal, e há estes 'maricas nojentos' que emporcalham.
Claro que também haverá homossexuais que não são para confundir com estes. Que não formam lobby, não enchem os ecrãs de TV com as suas atitudes, que detesto. Não roubam aos capazes, que os haverá, os lugares que merecem dentro das Tvs que me entram em casa.
Dou-me conta que esse meio côr de rosa está a promover a starlete, uma puta já muito gasta?
Não tenho nada contra ela, pessoalmente, mas não pode envelhecer em paz e deixar a ribalta para outras mais merecedoras?
Vocês acham mesmo que Arletes, Carlos Castros, Cláudios não sei quê, e tantos outros, sejam os meus ídolos?
Mas infelizmente nos cafés, e em muitos lares tem-se dado atenção a aberrações, não como pessoas em si, mas como fenómenos mediáticos.
Os verdadeiros culpados estão lá a dar-lhes muitos €€s.
A associação Abraço saiu a terreiro a tentar promover uma manifestação de apreço pelo CC.
Digam-me que a a Abraço não lida com crianças.


Morte aos corruptores.
Morte aos ladrões de futuros.
Indigno-me junto contigo Joshua.
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 10.01.2011 às 22:23

Temos de ter imensa paciência e, apesar de tudo, procurar compreender certos corações retorcidos porque, infelizmente, ninguém sai ileso.

Talvez nem sequer quem avente, escrevendo, e procure entender dentro do humanamente possível qualquer coisa de asquerosamente sinistro.
Imagem de perfil

De Dylan a 10.01.2011 às 23:23

Ui, tanta raiva. Afastem o saca rolhas deste Anonimo denome!...
Sem imagem de perfil

De anonimodenome a 11.01.2011 às 00:03

Não está a pedir para me censurarem, i.e. cortarem a palavra, pois não?
Mas tem razão, tenho raiva, sim, mesmo muita raiva.
Muitas crianças hoje sofrem com a nossa indiferença.
Claro que que a minha atitude não obriga ninguém.
A minha indignação é pessoal e inalienável.
Imagem de perfil

De Daniel João Santos a 11.01.2011 às 19:20

no 2711 não se censura a opinião de ninguém.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.01.2011 às 08:23

Falou e disse! Ainda por aí muito verme a alimentar-se da inocência.
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 10.01.2011 às 22:09

Um texto Josh, mas quem somos nós para julgar? Para intuir o que se passou na intimidade desses dois?

Do voyeurismo buçal ao intelectual vai um passo estreito.
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 10.01.2011 às 22:17

O que repele mais? Um texto? Um facto escabroso?

Na verdade, pensar, escrever, gerar hipóteses, fazer sentir deve ser mesmo criminoso em Portugal.

Que pudor deslocado, meu Deus.
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 10.01.2011 às 23:03

Que sabes tu? O que te diz a imprensa? Acendam-se as fogueiras e convidemos o povo para os auto-de-fé. Queimemos as bruxas e os demónios sem pudor.
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 10.01.2011 às 23:19

Leituras, meu caro. Nada mais que leituras. Falíveis. Para quê insistir?
Imagem de perfil

De Dylan a 11.01.2011 às 17:44

Engraçado Manuel, quando fez um post sobre Carlos Cruz também fez da sua justiça e acendeu as fogueiras. Lembra-se?...
Imagem de perfil

De manuel gouveia a 11.01.2011 às 18:55

Não. Mas agradeço que me recorde.

Que eu saiba, critiquei a justiça, o tratamento mediático preferencial que lhe foi conferido e o facto de alguém condenado a prisão efectiva poder sair tranquilamente do tribunal. Nunca teci qualquer avaliação moral sobre Carlos Cruz.
Imagem de perfil

De Dylan a 12.01.2011 às 01:32

Ele(Carlos Cruz) tem a seu favor um inestimável crédito que resultou da retirada de Paulo Pedroso do processo pela via técnico-administrativa, pela porta do fundo da secretaria, que seguramente atesta de forma indelével a má condução do processo pelas autoridades judiciais.

Não sejamos ingénuos, este processo até meteu obras de construção civil e um site na internet com mais informação do que a judiciária dispõe...

O esforço colocado na recuperação da imagem de Carlos Cruz (quando se percebe que o caso Casa Pia vai parir um rato, convém começar a preparar o público, nomeadamente o pagante do serviço público, para o seu regresso.

Isto foi dito por si, Manuel. Quem quiser que avalie.


Imagem de perfil

De manuel gouveia a 12.01.2011 às 09:22

Dylan, como pode ler, refiro-me sempre ao processo judicial e não ao caso em si de que CC era acusado, nem avancei palpites sobre as suas motivações em relação às vítimas reconhecidas pelo tribunal, nem fiz juízos de valor sobre a conduta de CC antes deste processo.

Com efeito, não me interessa saber como vivia CC, tal como não me interessa saber como vivia o outro CC. Interessa-me sim que a justiça funcione de forma eficaz, digna e célere, o que no caso dos EUA estará garantido.
Imagem de perfil

De Dylan a 12.01.2011 às 22:48

Olha, o Manuel elogia os EUA! Está tudo louco...
Imagem de perfil

De Dylan a 10.01.2011 às 23:20

Ui, ui, Joshua, sempre a arranjar lenha para te queimares...Deixa lá, já somos dois!
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 10.01.2011 às 23:29

Portugal está ainda deformado pelo abafamento fascista. Pensar deveria ser proibido. Colocar hipóteses deveria ser alvo de fuzilamento. Regular o teu cérebro é a vocação geral. Praticar a bufaria e o ostracismo selectivo o grande desígnio Nacional. Puta que pariu o pudor de nome mentiroso!

Assim chegámos aqui. Assim estamos. Assim prosseguiremos, medíocres e encornáveis.
Imagem de perfil

De Dylan a 10.01.2011 às 23:55

Calma homem! Eu só queria dizer que concordo com o texto...
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 11.01.2011 às 01:04

Não era para ti.
Sem imagem de perfil

De Renato Seara a 11.01.2011 às 18:02

Na mouche caro Joshua.
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 11.01.2011 às 20:03

Obrigado, caro Renato. Ainda assim sempre literário e hipotético não vá alguém tomar a nuvem do juízo moral pela Juno do mero exercício estético, caminho por que o nosso Manuel resolveu seguir.

E eu que gosto tanto dele!

Um Abraço. Aquele!
Sem imagem de perfil

De anonimodenome a 11.01.2011 às 21:11

sobre o aspecto literário do post do josh só tenho a dizer bem.
está muito bem conseguido.
...
agora quanto à raiva:
é que não passa desde que fui puto e, sem eu saber que o mundo era assim, fiquei demasiado perto de pessoas que não têm pudor em ofender. Não esqueço, não perdoo.

mas compreendo. é difícil conter o desejo.
só que eles/elas miúdas não têm culpa, mesmo quando são sexys.

Comentar post