Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Que povo é este?

por Zélia Parreira, em 05.11.13

A Comissão Europeia acaba de publicar um Relatório sobre o Acesso e Participação em Actividades Culturais. A situação de Portugal no ranking europeu é a que se esperava: Negra.

 

Das actividades culturais listadas, a percentagem de portugueses que não participaram em nada ao longo dos últimos 12 meses é a seguinte:

 

Ballet, Dança ou Ópera: 92%

Teatro: 87%

Bibliotecas públicas: 85%

Museus ou galerias: 83%

Concertos de música: 81%

Monumentos históricos: 73%

Cinema: 71%

Ler um livro: 60%

 

Sem cultura, sem identidade, sem diversão, sem lazer. Ignorantes e mansos, não vá alguém estar a ouvir-nos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

De joelhos

por Daniel João Santos, em 23.03.13

O Chipre rendeu-se. Outros países de maior dimensão já se ajoelharam há muito e o pequeno Chipre tentou não o fazer, mas também já ajoelhou. Esta, já há muito tempo, deixou de ser a União Europeia por tantos sonhada, alguns desejavam até um federação, passando a ser um conjunto liderado por um país forte, alguns que andam por ai e os que se ajoelharam, perdendo até a sua própria identidade e amor próprio. Existe agora, mais do que nunca, a certeza de que um dia esta União Europeia desaparecerá graças a uma visão do tenho, quero, posso e mando de Merkel. Entretanto, até lá, assim segue a Europa: ajoelhada perante a Chanceler.

Autoria e outros dados (tags, etc)

E agora já somos a Grécia?

por Ana Lima, em 29.11.12

Desde há alguns meses, anos mesmo, se tem ouvido, insistentemente, tanto por parte de organismos internacionais, como de membros do governo português e de outras entidades, que Portugal não é a Grécia. Agora, que as condições de financiamento da Grécia estão a ser "aliviadas", já não se ouve essa frase, antes pelo contrário. Mais uma ilustração de como estamos tão longe da união nesta União. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ora bem!

por Cristina Torrão, em 08.05.12

Dir-se-á que a Alemanha terá de ceder porque a França é um país chave para o Euro. Mas é por ser um país chave que não pode "borregar" na questão orçamental. Até porque o despesismo virar-se-ia contra a própria França, antes mesmo de Berlim abrir a boca.

 

Muito lúcido, este comentador (Camilo Lourenço). E não estou a ser irónica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Casa onde não há pão...

por Ana Lima, em 25.10.11

Sempre gostei de provérbios populares. E eles aplicam-se tão bem a tanta coisa. Como a isto:

... todos ralham e ninguém tem razão. Mas também dizem que casa que não é ralhada, não é bem governada. Esperemos para ver. 

(Chamar casa à UE é uma liberdade poética!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Parlamento Europeu... perdão, alemão já decidiu

por Daniel João Santos, em 29.09.11

Parlamento alemão aprovou novas regras do fundo europeu de resgate.

 

Pronto, agora é só avisar Durão Barroso que está autorizado seguir em frente. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Depois da carne agora também querem os ossos

por Daniel João Santos, em 14.08.11

Então a solução para a crise é a saída da zona Euro e da União europeia. Para certos fulanos, que gostam de especular com os países, nada melhor que uma moeda fraca e uma país isolado para ganharem mais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A frase do dia

por Daniel João Santos, em 05.05.11

"Talvez na área orçamental, se [o pedido] tivesse sido feito mais cedo, [o plano] poderia ter sido mais suave." - Jürgen Kröger, responsável da Comissão Europeia (CE).

Autoria e outros dados (tags, etc)

UNIÃO FRANKENSTEINIANA EUROPEIA

por joshua, em 19.01.11

PSL acha inexplicável que os feriados cristãos não constem dos três milhões de exemplares de uma agenda para as escolas secundárias e que ostenta as cores da União Europeia. Aí se mencionam os feriados judeus, os feriados hindus, os feriados sikhs e os feriados muçulmanos. Mas não há uma só referência a qualquer feriado cristão, sendo que mesmo o 25 de Dezembro surge em branco. A explicação é facílima. A internacional socialista e a maçonaria europeia praticam uma rasura sorna e sistemática do cristianismo e o cristianismo europeu vive tempos de envergonhado envergonhamento taciturno, inexpressivo como se não fosse fonte de um júbilo absoluto. Num e noutro, maçonaria e internacional socialista, vem assentando o constructo directivo e sovietizante chamado União Autocrática Europeia. Se tal instituição frankensteiniana prefere pilares de esterco, paciência. Só Cristo é a Rocha para um futuro justo, integrador e fraterno. Só essa Rocha justificou algo de intimamente grande, inspirador, e indelevelmente sublime no coração da Europa e depois no resto do Mundo, apesar de todas as sombras, erros, frutos dúbios. Não pasmarás por não haver cristianismo nos papéis! Surpresa nula, portanto! Grau de inexplicabilidade nula também.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já dizia o povo e não só

por Daniel João Santos, em 29.11.10

Os ministros das Finanças da Zona Euro felicitaram Portugal pela aprovação do Orçamento de Estado para 2011, na sexta-feira, mas pediram que Lisboa tome "medidas concretas" para alcançar as metas orçamentais definidas.

 

Realmente onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão, mas não havia necessidade até os vizinhos darem a sua opinião.

Autoria e outros dados (tags, etc)