Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Há música na Cidade

por Eduardo Louro, em 05.10.13

 

 

A cidade encheu-se de música e a música encheu-se de gente cheia de música.

Leiria deu-se à música e a música, reconhecida, deu-se a Leiria, num jogo de palcos em qua cada uma o cedeu à outra. 

Foi bonita a festa, pá – como, do outro lado e quando a música era outra, um dia o Chico cantou…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há música na Cidade

por Eduardo Louro, em 05.10.13

 

Foto: confirmam de uma forma absoluta que participarão nesse grande evento que é o "Há música na Cidade". A actuação será às 15.30 (mesmo!!!) na zona histórica de Leiria, especificamente na Rua Gago Coutinho, transversal à Praça Rodrigues Lobo (a mesma onde ficam, por exemplo, o Malagueta Afrodisíaca, o Nekob e a loja que tanta cultura musical deu a esta cidade. A Loja Alquimia.Será uma honra.

 

No ano passado foi assimEste ano será ainda melhor!

São mil intérpretes ... mil!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Só música

por Eduardo Louro, em 06.07.13

Depois da marcha fúnebre, a nupcial. Mesmo que em segundas núpcias. Ou terceiras, ou sabe-se lá quantas. Porque, se há bota que não joga com a perdigota, tem que se chamar Portas: nunca um celibatário foi tão dado ao casamento. E à traição!

Autoria e outros dados (tags, etc)

When the music's over

por Cristina Torrão, em 21.05.13

Cerca de 42 anos depois da morte prematura de Jim Morrison, faleceu o segundo fundador dos The Doors, o teclista Ray Manzarek. Não há dúvida de que este grupo, que durou apenas seis anos, vivia do carisma do vocalista. Mas foi Ray Manzarek que lhe deu o som característico: o keybord inconfundível de Light my Fire.

 

Daqui

 

Ray e Jim frequentaram juntos o curso de cinema da Universidade de Los Angeles, mas cedo abandonaram os estudos para se dedicarem à banda. Completavam-se bem. Ray era um músico exímio e soube transformar os poemas e as melodias de Jim (que não percebia nada de música, mas era dono de uma boa voz) em composições que marcaram uma época e se tornaram únicas. Não há, nem nunca houve, outra banda com o som dos The Doors.

 

Hulton Archive, Getty Images

 

Mas eram uma banda de excessos e Jim Morrison não soube viver com o sucesso. No fundo, era um menino perdido, à procura de algo que nunca encontrou em casa, governada por um oficial da marinha severo. Cortou com a família, perdeu-se nas drogas e encontrou o fim aos 27 anos.

 

Music is your only friend

Until the end

 

Ray Manzarek viveu até aos 74. Um cancro venceu-o, levando-o para esse sítio à margem do tempo e do espaço, onde Jim vagueia há mais de quatro décadas.

 

This is the end

Beautyful friend

 

Uma das rimas características de Morrison era friend com end.

No mundo dos vivos, restam o guitarrista Robby Krieger e o baterista John Densmore.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Out of control

por Ana Lima, em 21.03.13
Inês Freitas e Miguel Mendes foram os autores do vídeo. São dois jovens portugueses. Uma sábia interpretação daquilo que o capitalismo tem de pior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Febre de Sábado à Noite

por Cristina Torrão, em 21.05.12

 

Não se riam. Eu tinha 13 anos e adorava. À falta de um gira-discos em casa, aproveitei umas férias em Andorra, no Verão de 1978, para comprar um gravador de cassetes (naquela altura, esses aparelhos eram mais baratos por lá). E a primeira cassete que adquiri, o primeiro registo de música gravada da minha vida, foi precisamente a banda sonora do Saturday Night Fever.

O filme só o vi anos mais tarde. É muito brutal, nomeadamente, na maneira como os homens viam as mulheres. Mas Saturday Night Fever é mais do que isso: é o retrato dos primeiros tempos das discotecas, o que tem charme. E ainda acho que o Stayin' Alive é uma das melhores canções de todos os tempos, com uma magia muito própria.

Por isso, entristeceu-me ouvir hoje a notícia da morte de Robin Gibb. Dos quatro irmãos, resta o mais velho, Barry. Curioso, como se foram primeiro os mais novos, com o Andy, aquele que nunca pertenceu aos Bee Gees, à frente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

A pergunta que se impõe fazer

por Cristina Torrão, em 18.04.12

Quando é que as rádios deixam de tocar o "New Age" do Marlon Roudette?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Zeca Afonso, 25 anos depois

por Zélia Parreira, em 23.02.12
Aveiro, 2 de Agosto de 1929 — Setúbal, 23 de Fevereiro de 1987

Canção Da Paciência

Muitos sóis e luas irão nascer
Mais ondas na praia rebentar
Já não tem sentido ter ou não ter
Vivo com o meu ódio a mendigar
Tenho muitos anos para sofrer
Mais do que uma vida para andar
Bebo o fel amargo até morrer
Já não tenho pena sei esperar
A cobiça é fraca melhor dizer
A vida não presta para sonhar
Minha luz dos olhos que eu vi nascer
Num dia tão breve a clarear
As águas do rio são de correr
Cada vez mais perto sem parar
Sou como o morcego vejo sem ver
Sou como o sossego sei esperar

Autoria e outros dados (tags, etc)

2711 da semana...

por Nuno Raimundo, em 08.02.10

Esta semana o blog "2711 da semana" é o " The Old Rock". Que é um blog cuja temática que aborda é sobre música, especialmente música Rock nas suas várias vertentes, Soft Rock, AOR, FM, Hard Rock, Southern Rock, etc...
A Grace tem contribuido de forma incansável para a divulgação de várias bandas Rock. Umas que já estavam no nosso esquecimento, outras que ainda ouvimos e algumas inclusivé que nem sequer imaginavamos que existiam.
Sendo assim e em jeito de parabenização pelo excelente trabalho na divulgação das bandas e da música Rock em geral, durante esta semana vai ficar em destaque aqui no 2711.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags: