Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



TALENTOSO PIRÓMANO

por joshua, em 12.11.10

 

Alguém, Pachocho Pereirone, defendeu hoje, sexta-feira, o "afastamento voluntário" do primeiro-ministro e a manutenção, até 2013, de uma solução política que pode passar por «governo de salvação nacional, mero acordo parlamentar ou pacto de estabilidade». Eu concordo. Chega de discursos "talentosos" e asnos que nos ofendem as entranhas e escandalizam os olhos: mais uma homilia de Sócrates de braços abertos e gestos punheteiros assassina mil empregos, pose que nos lixa. Chega de inúteis viagens mendigantes o ano inteiro: mais uma viagem à China e é o nada a fingir de gente! Por esse mundo, ninguém respeita mentirosos e pedintes-pelintras, ainda que zelosos esbanjadores de recursos alheios, optimistas crassos com o nosso dinheiro. Santana Castilho a Primeiro-Ministro! Colégio de Sábios fora dos partidos ao Poder, já. Excelência e humanismo na decisão política, já! Quanto ao "afastamento voluntário" do talentoso pirómano Sócrates, aquilo só sai a pontapé. Ele e os reles carreiristas partidários ao serviço de si mesmos. Pachocho Pereirone, infelizmente, com tanto traquejo conspirativo, não é a voz mais fiável para propor coisas sérias destas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Abrupto

por Daniel João Santos, em 09.06.10

Ameaçar divulgar documentos confidenciais não lembra a ninguém... tirando Pacheco Pereira, claro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

De ego insuflado

por Daniel João Santos, em 19.05.10

Foi sem duvida uma perda de tempo o envio das escutas para a Assembleia de Republica. Não podem ser discutidas nem utilizadas nos trabalhos da comissão para o folclore nacional.

 

Serviram apenas para que o deputado Pacheco Pereira, tinha de ser, ficasse informado, aproveitando para encher ainda mais o seu próprio ego.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hiperactividade social

por Daniel João Santos, em 17.10.09

Numa coluna de uma página, sim página inteira do Publico, José Pacheco Pereira disserta sobre uma nova doença, que segundo ele ataca a sociedade, sendo essa doença mais contagiosa que gripe A.

 

JJP, chama-lhe Transtorno do Deficit de Atenção Cívica com Hiperactividade Social.

 

Segundo o historiador, as pessoas dedicam demasiado tempo em rede, em blogues, tiwtter, em redes sociais, que acabam por fugir do essencial, não sabendo o que interessa e o que não interessa.

 

Pacheco Pereira considera que vivemos demasiado a ler tudo aquilo que se escreve e sempre pelos mesmos.

 

Esta crónica de JPP é realmente a prova de que a doença existe e está em todo o lado.

 

O nobre historiador foi buscar a designação à Wikipédia, escreve no Publico, escreve na Sábado, comenta no televisão, fala na rádio, é historiador e agora assina as crónicas nos jornais com "deputado do PSD".

 

Pena que ao contrário dos outros, JPP não reconheça que sofre dessa doença, que agora diagnosticou a milhares de portugueses.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Concordo com a linha

por Daniel João Santos, em 10.10.09

        "O que é que fez Obama a favor da paz, ou melhor, da Paz com letra grande? Nada"

 

 

Concordo inteiramente com a linha de ideias. Até ia mais longe, o que é que Pacheco Pereira fez  para aparecer em todo ou lado, ou melhor,  para aparecer a chatear em todo o lado?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estadista Pereira

por Daniel João Santos, em 12.09.09

"Continua a ausência de vários temas dos mais importantes da vida política, como a Europa, as relações externas e a defesa"

 

O estadismo é uma coisa complicada. Se durante as eleições europeias nunca se discutiu a Europa, acha JPP que iria agora ser discutida nas legislativas?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mãos queimadas

por Daniel João Santos, em 22.08.09

Temos de reconhecer que para alguém, que considera 99% da blogosfera lixo, anda muito bem informado e atento a ela.

 

José Pacheco Pereira na “Sábado” viaja pela blogosfera, dedicando-se a escrever sobre “quem é quem”, quem é anónimo e quem não é.

 

“Soube-se esta semana que havia gente paga pelo PS em blogues “espontâneos“, e que foram ingénuos ao ponto de admitirem que o faziam profissionalmente, “até porque não iam votar PS…”. A questão é que o autor da frase aparece como “autor” na lista dos membros do blogue, donde que legitimamente se pensava que isso se devia à sua militância. Eu não sei se o outro blogue do lado de lá do espelho também teve a colaboração de um “art-director” profissional, o que sei é que não está certamente disfarçado de seu autor. E sei-o porque entre os que o assinam nenhum dos nomes é pseudónimo. – José Pacheco Pereira

 

O resto do escrito merece uma leitura atenta, existem ali passagens dignas de nota.

 

 Apenas recuperei este momento pela segurança que Pacheco Pereira apresenta. Para já gosto da ideia do espelho, já aqui defendida no 2711, afinal até é isso mesmo. Estamos perante espelhos e reflexos um do outro. São a imagem de anos e anos de governação de um bloco central, que nos colocou aqui, deseja continuar e ameaça continuar.

 

José Pacheco Pereira, o que odeia a blogosfera, coloca as mãos no fogo pelos nomes do blogue colectivo onde escreve.

 

Eu não o faria por nenhum blogue que anda por ai. Estou até desconfiado que JPP poderá fazer a aproxima campanha eleitoral com as mãos cobertas de ligaduras, o fogo faz mal à pele.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um copo de água

por Daniel João Santos, em 01.08.09

 

Eu sei que a blogosfera funciona em círculos fechados, onde se lêem uns aos outros, comentam-se e trocam “ideias”.

 

Sei que dificilmente estes círculos são quebrados, tirando uma ou outra excepção, os blogues mais lidos do país dedicam-se a escrever para eles próprios e para a multidão de aplausos que os acompanha.

 

Aqui, neste canto da blogosfera observo o mundo. Observo como alguns, que respeito, engolem sapos do tamanho de bois e ainda sorriem contentes.

 

Depois de ler o Pedro Correia no Delito de Opinião, que excelentemente coloca Pacheco Pereira ao espelho, sou transportado para o Jamais e um dos seus autores. Sim, precisamente José Pacheco Pereira, o mesmo que desanca nos colegas de blogue, o mesmo que critica os blogues colectivos por estarem sujeitos a uma agenda politica e pouco independentes dos partidos.

 

Calmamente encosto-me na minha cadeira de operário. Reconheço a minha insignificante, mas fico feliz por não precisar ter aqui um copo de água. Sim, daqueles que muitos usam para empurrar o sapo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2711 leituras

por Daniel João Santos, em 24.07.09

Desconhecia a capacidade de José Pacheco Pereira de descer do limbo e se dar com a blogosfera nacional no Jamais.

 

Aguardo pela primeira prestação do senhor JPP, desconfio que os textos dele terão os comentários fechados. Espero enganar-me, mas a coerência implica não se sujar com o povo.

 

De outra forma vai ser muito difícil acreditar que seja mesmo Pacheco Pereira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quer ir primeiro?

por Daniel João Santos, em 18.07.09

"Pode parecer ainda remoto, mas a humanidade precisa de sair da Terra e ir para outros lados, como fez no século XV" - José Pacheco Pereira

 

Concordo com a ideia e proponho que Pacheco Pereira seja o primeiro a ir.

Autoria e outros dados (tags, etc)